segunda-feira, 24 de maio de 2010

As máscaras sempre caem.


Quando percebi, eu estava deitada no meio do chão do meu quarto, a cima de mim, vejo a luz piscando, e sinto as lágrimas escorrem do meu rosto delicadamente até pingarem e deixarem uma marca na minha velha blusa de sábado a noite.
Naquele momento me veio uma vaga lembrança de algo que escutei a muitos anos atrás: "Todos temos duas personalidades, temos uma máscara escondendo quem realmente somos."Acho que isso acontece somente duas vezes na vida de uma pessoa, e nesse momento,está acontecendo comigo.
Me vejo no meio de tantas pessoas, mais não consigo ver ninguém ao meu lado.
No meio de tanto tristeza, eu pude ver, pude perceber, a vida é um eterno baile de máscaras.

9 comentários:

Camila disse...

lindo lindo seu blog *-*
ja to seguindo!
dá uma passadinha no meu ?
http://navegandonailusao.blogspot.com/

manuella camposelli disse...

obrigada amor *-*

- érica varallo (: disse...

que lindos amor , não sei como tu consegue fazer textos assim :x

Fabiele Cristine disse...

Uaal, sem palavras mesmo!
Seus textos são simplesmente PERFEITOS e o blog está lindo! (sei que você deve ler isso sempre, mas, não custa repetir) *-*
Olhe, continue assim, porque você tem um talento nato para a escrita. Desejo muuuuito sucesso pro seu blog e claro, pra você. :)
beijos amor :*

Taynara Ambrósio disse...

NOSSA, que texto mais liiiiiindo *-*
eu já estou seguindo, ok?
bjs :*

passa lá tbm (:
www.trueslove.blogspot.com

Mariana Lopes disse...

Eu escrevi um texto parecidissimo com esse seu, o título do meu era "baile de máscaras".
Adorei *-*

Camila de Campos disse...

Vejo sinceridade e muito talento em seus textos! Adorei, seu blog é lindo.

manuella camposelli disse...

obrigada meus amores *-*

T.F. disse...

maravilhoso, vc escreve seus textos com poucas palaavras e msm assim passa para os leitores td qe devemos entender, PARABÉNS *-* s2'